Officer faz integração com sistema da Diveo

S O PAULO, 3 de agosto de 2010 - A Officer, que atua no mercado brasileiro de distribuição de produtos de informática, buscava interconectar seus escritórios regionais, localizados em São Paulo e Porto Alegre, e com isso garantir um atendimento com mais qualidade e rapidez para seus clientes, além de tornar a navegação em seu site de comércio eletrônico mais eficaz e segura. Preenchendo todos os requisitos procurados, a Diveo foi escolhida para desenvolver o projeto de tecnologia.

"A Diveo foi a fornecedora que mais se encaixou nas características que estávamos buscando. De pronto, entendeu nossas necessidades e apresentou qualidade e velocidade no atendimento", afirma Valter Sembrana Junior, diretor de TI da Officer Distribuidora. Segundo o executivo, um dos grandes diferenciais foi o estudo detalhado produzido antes da implementação do processo, "o projeto foi apresentado de forma clara, inclusive com levantamento dos pontos de risco que poderiam surgir durante a adesão", completa.

Foram 45 dias para a total finalização do processo, entre escolha, assinatura, testes e liberação da solução. Dentre os produtos escolhidos estão a rede VPN/MPLS, que oferece estrutura para interligar dados, voz, Internet e videoconferência, com qualidade e alta disponibilidade de serviço. O novo ambiente também representou uma considerável redução de custos operacionais, já que é possível agregar serviços e outras aplicações dentro de uma mesma rede.

"O principal desafio do projeto foi entender o negócio do cliente, analisando todos os pontos críticos para a empresa, como a qualidade e segurança da sua operação, por exemplo. Hoje a Officer está em uma rede privada, o que a difere por garantir a velocidade por inteiro e também o mínimo tempo de reparo em caso de alguma falha. Além disso, a garantia do sucesso da implementação do SAP só foi permitida por conta da nova estrutura oferecida pela Diveo", completa Biagio Masullo, gerente de contas da Diveo e responsável pelo projeto.

Outro destaque está relacionado aos benefícios obtidos, como as melhorias dos processos internos, sem falha de comunicação ou queda do sistema. "Hoje são mais de 50 usuários utilizando a VPN MPLS, em filiais espalhadas pelo Brasil, e já podemos notar uma melhoria na qualidade e na confiabilidade do serviço que oferecemos aos nossos clientes", afirma Valter.

(Redação - Agência IN)