Bônus dos EUA em poder da China registram maior nível em um ano

Agência AFP

PEQUIM - Os investidores chineses reduziram sensivelmente em junho a quantidade de bônus da dívida americana em seu poder, chegando ao menor nível em um ano, segundo cifras divulgadas nesta segunda-feira pelo departamento do Tesouro.

No entanto, a China (excluindo Hong Kong) continua sendo o principal credor dos Estados Unidos, com 843,7 bilhões de dólares.

Este número é 2,8% menor que o de maio, quando os investidores chineses possuíam 867,7 bilhões de dólares em títulos americanos, e o menor desde junho de 2009, quando o departamento do Tesouro começou a elaborar esta estatística.

Mas o departamento do Tesouro destaca que estas cifras devem ser encaradas com prudência, pois os investidores chineses podem adqurir os bônus americanos registrados em Londres ou Hong Kong.