Banco do Nordeste apresenta lucro de R$ 110 milhões

S O PAULO, 16 de agosto de 2010 - O Banco do Nordeste apresentou, no primeiro semestre do ano, lucro líquido de R$ 110 milhões, com patrimônio líquido de R$ 2 bilhões e rentabilidade de 10,87% ao ano, na data de 30 de junho de 2010. Os números foram apresentados no Relatório Semestral da Administração do BNB.

O documento mostra que, no período, os ativos globais do Banco apresentaram um acréscimo de 3,7% em relação ao final de 2009, totalizando um crescimento de R$ 700 milhões. O resultado deve-se, principalmente, ao aumento no saldo de disponibilidades, aplicações interfinanceiras e títulos de valores mobiliários, com destaque para o aumento no volume de captações de depósitos a prazo.

Com relação ao Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), houve um incremento de 6,7% no saldo total de ativos, ocasionado, principalmente, pelo aporte de recursos do Tesouro Nacional. No primeiro semestre, ingressaram no patrimônio do Fundo mais de R$ 2 bilhões, montante superior aos R$ 1,8 bilhão recebidos no mesmo período do ano passado.

Quando comparados os resultados referentes a 30 de junho de 2010 e 31 de dezembro de 2009, verifica-se ainda a recuperação de R$ 63,4 milhões para o ativo do Fundo, dos quais R$ 32,5 milhões recuperados por meio de renegociação de operações.

Segundo o presidente Roberto Smith, a demanda de investimentos continua forte no Nordeste e o Banco conta com aproximadamente R$ 10 bilhões em operações de longo prazo em carteira para contratação no segundo semestre.

"O resultado do Banco sofreu ainda o impacto da crise que assolou o País em 2008 e 2009 e deverá mostrar recuperação até dezembro", afirmou

(Redação - Agência IN)