Açotubo adquire Espectrômetro para aperfeiçoar técnicas

S O PAULO, 16 de agosto de 2010 - O Grupo Açotubo começa a operar com a presença do Espectrômetro em seu processo de trabalho, para proporcionar agilidade, redução de custos aos clientes, ampliar a precisão na medição e aprimorar as condições técnicas de identificação dos elementos químicos que compõem seus produtos. O equipamento adquirido será utilizado pela Açotubo, Incotep e Artex Aço Inoxidável, empresas que integram a corporação.

Em aplicações críticas, pequenas variações na composição química do material afetam de forma importante a resistência mecânica e a durabilidade dos produtos fabricados. Em empresas menores, a garantia de composição química dos materiais, quando é fornecida, ou depende de laboratórios externos que demandam um tempo extra no transporte de amostras e laudos ou internamente de processos químicos mais demorados ou menos precisos.

Com o Espectrômetro da Açotubo em funcionamento, é possível efetuar rapidamente a análise completa da composição química dos materiais e de forma eletrônica. O aparelho será utilizado em todas as áreas de atuação das três empresas como os setores automotivo, naval, pré-sal, entre outros.

"A análise realizada pelo equipamento acontece por meio de descarga elétrica em atmosfera de Argônio. O equipamento separa a luz e mede seu comprimento de onda, determinando os teores de cada elemento químico", afirma o engenheiro Bruno Bassi, assessor da diretoria. O executivo acrescenta ainda que "além do investimento no aparelho, treinamos 19 profissionais que estão aptos para o manuseio, de acordo com as necessidades dos clientes", finaliza Bassi.

(Redação - Agência IN)