Acordo entre Mercosul e Egito deve beneficiar pecuaristas

S O PAULO, 9 de agosto de 2010 - Acordo realizado entre os países do Mercosul e o Egito pode beneficiar substancialmente os pecuaristas de Mato Grosso. Assinado no dia 02, o acordo prevê a eliminação gradual da alíquota da taxa de importação de 65% que é incidida sobre os produtos primários enviados pelo bloco, entre eles a carne bovina.

Somente este ano, o Estado vendeu para o Egito 11,95 mil toneladas de equivalente carcaça, uma representatividade de 10% do total exportado do produto. Segundo dados do Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária (Imea), esse montante exportado gerou US$ 29,75 milhões de divisas para Mato Grosso.

O instituto acredita que com essa eliminação gradual da alíquota, a relação comercial com o mercado egípcio, que possui cerca de 83 milhões de habitantes segundo o IBGE, tende a trazer benefícios para a bovinocultura do Estado, uma vez que os ganhos em cifras com o embarque de carnes para este país vão ficar mais atrativos, uma vez que os ganhos em cifras com o embarque de carnes para este país vão ficar mais atrativos.

(Redação - Agência IN)