Prêmios dos DIs recuam na abertura dos negócios

SÃO PAULO, 5 de agosto de 2010 - Os prêmios dos contratos de Depósito Interfinanceiro (DI) iniciam o dia sinalizando queda nos contratos mais líquidos. Na BM&FBovespa, há pouco o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento em janeiro de 2011 projetava juro de 10,81%, ante 10,83% do ajuste anterior. Janeiro de 2012 apontava taxa anual de 11,65%, contra 11,66% do fechamento de ontem.

Nesta manhã as atenções dos agentes financeiros estão focadas no resultado do Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) que variou 0,22% em julho deste ano. O dado veio abaixo das estimativas do mercado.

A equipe econômica do Bradesco comenta que a despeito da nova queda dos preços agrícolas, os índices devem vir mais pressionados nesse mês, principalmente por conta dos preços industriais, que devem seguir em elevação. "Além disso, não esperamos que os preços agrícolas se mantenham em terrenos negativos por muito mais tempo, assim como o IPC, o que também deverá contribuir para aceleração do índice cheio", ressalta o relatório do banco.

Ainda hoje a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) publica, às 11h, os dados sobre a venda, exportação e produção de veículos, referente a julho.

(Maria de Lourdes Chagas - Agência IN)