Brasil investe R$ 10 mi para elevar produtividade da cana

SÃO PAULO, 23 de julho de 2010 - A expectativa do governo é aumentar ainda mais a produtividade da cana-de-açúcar. Por isso, vem investindo em pesquisas para desenvolvimento de tecnologias avançadas para o setor, com investimento em estudos de cerca de R$ 10 milhões ao ano. A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura, aposta em projetos de cana-de-açúcar transgênica há três anos. Algumas das características genéticas, a serem incorporadas à planta, visam principalmente atender às demandas do cultivo na Região Nordeste.

"As variedades em desenvolvimento buscam mais tolerância à seca e maior resistência à broca gigante (principal praga na região), o que garantirá maior produtividade", ressalta o diretor do Departamento de Cana-de-Açúcar e Agroenergia (DCAA), Alexandre Strapasson.

Pesquisa da Universidade de São Paulo (USP) indica que o Produto Interno Bruto (PIB) do setor sucroenergético gira em torno de US$ 28,15 bilhões, incluindo as exportações de quase US$ 8 bilhões e vendas ao mercado interno de US$ 20,2 bilhões. Porém, considerando sua movimentação financeira, ou seja, a soma das vendas efetuadas pela cadeia produtiva, o valor alcança US$ 86,8 bilhões. Os fornecedores individuais de cana no país já somam 70 mil, responsáveis pela receita superior a US$ 5 bilhões.

(Redação - Agência IN)