Santos diz que fará o possível para reatar com a Venezuela

SÃO PAULO, 22 de julho de 2010 - O novo presidente colombiano, Juan Manuel Santos, fará todo o possível para restabelecer as relações diplomáticas com a Venezuela, rompidas nesta quinta-feira pelo líder venezuelano, Hugo Chávez, disse em Quito o vice-presidente eleito da Colômbia, Angelino Garzón.

"Faremos todo o possível e utilizaremos todos os amigos que temos em diferentes países do mundo e buscaremos todos os mecanismos diplomáticos para melhorar e fortalecer as relações com todos os países da região, incluindo a Venezuela", revelou Garzón, consultado sobre o anúncio de Chávez.

"A mensagem que temos que dar é de unidade, amizade, cooperação e paz", completou, em uma coletiva de imprensa com o vice-presidente equatoriano, Lenín Moreno.

Chávez rompeu nesta quinta-feira relações com a Colômbia depois que este país reiterou na Organização dos Estados Americanos (OEA) suas acusações sobre a presença de guerrilheiros colombianos em território venezuelano, e ordenou ao Exército estar em alerta diante de uma possível agressão.

(Redação com AFP - Agência IN)