Por jogo do Brasil, Bovespa tem menor volume negociado do ano

Portal Terra

SÃO PAULO - O clássico entre Brasil e Portugal, que valia a liderança do Grupo G da Copa do Mundo Fifa, afetou a movimentação financeira desta sexta-feira na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). O volume de negócios ficou em R$ 3,3 bilhões, o menor do ano. Em comparação com 25 de junho de 2009, quando a Bovespa movimentou R$ 4,4 bilhões, o número desta sexta é 25% menor.

A média de negociação apresentada até esta sexta-feira na Bovespa é de R$ 6 bilhões por dia. "Apesar de o pregão funcionar normalmente, em dia de jogo do Brasil sempre vai diminuir o movimento. É reflexo do que acontece no Brasil inteiro. As pessoas param em frente à televisão inclusive no trabalho", afirma o consultor econômico José Góes, da corretora WinTrade.

No dia do primeiro jogo do Brasil no mundial o fenômeno foi semelhante. Quando a Seleção entrou em campo para enfrentar a Coreia do Norte, a bolsa teve movimentação de R$ 4,1 bilhões, 39% menos do que o registrado em 15 de junho de 2009.

O primeiro encontro do Brasil na Copa foi realizado no meio da tarde, às 15h30. O sistema de transporte público registrou um alto número de pessoas tentando voltar para suas casas e o trânsito foi recorde para o começo da tarde, pois muitos foram liberados antes da hora no trabalho.

Nesta sexta-feira, como o jogo foi realizado no começo da manhã, as avenidas ficaram vazias nas primeiras horas do dia. A CET registrou apenas 15 km de trânsito às 8h30 da manhã em toda a cidade.