Alta corte da Romênia declara ilegal cortes nas pensões

SÃO PAULO, 25 de junho de 2010 - A mais alta corte da Romênia declarou que os cortes nas pensões imposta pelo governo é inconstitucional, lançando dúvidas sobre a capacidade de Bucareste para diminuir seu déficit orçamentário e levantando questões sobre se o país vai se beneficiar de mais ajuda do Fundo Monetário Internacional (FMI).

A decisão, proferida pelo Tribunal Constitucional nesta sexta-feira, ressalta os potenciais problemas que enfrentam outros governos europeus que lutam para avançar com freios os gastos impopulares e aderir aos limites estabelecidos nos acordos de ajuda com os credores internacionais.

(Redação com agências internacionais - Agência IN)