Fila por cirurgia ortopédica deve cair no RJ

SÃO PAULO, 24 de junho de 2010 - A fila de espera no Rio de Janeiro por uma cirurgia de ortopedia vai diminuir. Um convênio entre o Ministério da Saúde, por meio do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into), e a Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro permitirá que, de imediato, 700 pessoas sejam convocados e tenham a sua solicitação atendida nos próximos meses pelo Hospital de Traumato-Ortopedia Dona Lindú, no município de Paraíba do Sul. O estabelecimento foi inaugurado nesta quinta-feira.

O Into dará suporte técnico-científico e de infraestrutura à unidade, que contará com aproximadamente 70 leitos. O Instituto, ainda, oferecerá capacitação profissional aos médicos locais, através de aulas, seminários e cirurgias assistidas. A iniciativa minimiza a demanda centralizada na sede do Instituto, no Rio de Janeiro, e diminui o número de pacientes que aguardam na fila de espera por cirurgias.

Os primeiros beneficiados serão os moradores da região Centro-Sul do Estado, onde está inserido o município de Paraíba do Sul. Ali, foram mapeados cerca de 700 pacientes que aguardam uma cirurgia no Into. Todas estão recebendo uma carta de encaminhamento, com esclarecimentos sobre o novo hospital. O texto informa que a unidade contará com o suporte do instituto para ampliar o atendimento local, oferecendo assistência e qualificação técnica e científica, com a vantagem de ser mais próximo de suas casas. Assim, poderão receber atendimento mais rapidamente.

Do Ministério da Saúde, já foram investidos R$ 2,7 milhões em equipamentos para o hospital - entre eles, intensificadores de imagens, mesas cirúrgicas, focos cirúrgicos (iluminação) e aparelhos para videocirurgia - e ainda serão destinados cerca de R$ 31,2 milhões por ano para implantes ortopédicose capacitação de funcionários, entre outras atividades de suporte técnico-científico para o hospital.

(Redação - Agência IN)