Senado adia votação da Petro-sal

SÃO PAULO, 23 de junho de 2010 - A votação do projeto que cria a nova estatal do pré-sal, a Petro-sal, foi adiada para o início de julho. A decisão do líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), foi tomada em função do baixo quórum na casa hoje, que impediria a votação nominal do projeto.

Jucá considerou ainda que, na próxima semana, as convenções partidárias poderiam mais uma vez afastar de Brasília os senadores. Assim, o líder optou pelo adiamento da votação para o dia 6 ou 7 de julho. O projeto que cria a Petro-sal é o último dos quatro projetos relativos ao pré-sal que devem ser votados ainda antes das eleições.

A urgência constitucional para a votação do projeto que regulamenta a partilha da produção e a divisão dos royalties do petróleo foi retirada ontem pelo Governo. Assim, a expectativa é de que a votação ocorra em novembro. As informações são da Agência Brasil.

(Redação - Agência IN)