Governo concede bolsas a monitores de telecentros

SÃO PAULO, 23 de junho de 2010 - O Governo Federal vai conceder 18 mil bolsas para a capacitação de monitores de centros públicos de acesso à internet para dez mil telecentros de todo o país. A maior parte do benefício - dez mil bolsas - será concedida ainda em 2010 e as demais no próximo ano. A informação foi dada pela coordenadora executiva do programa no Ministério do Planejamento, Cristina Mori, aos participantes da 9ª Oficina para Inclusão Digital, nesta quarta-feira, em Brasília.

"Queremos que o processo de seleção dos bolsistas seja o mais transparente possível, respeitando os princípios de moralidade e impessoalidade. O ideal é que o período de seleção fique disponível para os candidatos por 30 dias. Essas e outras orientações serão colocadas no portal do programa", ressaltou a coordenadora. Cristina também disse que as bolsas não podem ser usadas para cobrir os custos operacionais dos telecentros, como contas de luz e água. "A bolsa é para o bolsista", frisou.

São dois tipos de bolsas - uma de R$ 483,01 e outra de R$ 241,50. Cada bolsista terá que cumprir 30 horas semanais, sendo duas horas diárias de dedicação ao curso de formação. O treinamento será de 480 horas e com duração de 12 meses. As bolsas serão concedidas pelo Ministério da Ciência e Tecnologia via Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Já a seleção dos candidatos será feita pela coordenação de cada projeto. Os jovens devem ter entre 16 e 29 anos e pertencer, preferencialmente, à comunidade do telecentro.

(Redação - Agência IN)