Economia se encontra em novo ciclo de expansão, diz Ata

InvestNews

SÃO PAULO - De acordo com o Comitê de Política Monetária (Copom), a economia se encontra em novo ciclo de expansão, segundo informou hoje a Ata do Copom das reuniões realizadas nos dias 8 e 9 de junho, quando foi elevada a taxa Selic para 10,25% ao ano, sem viés. O documento diz que os sinais de aquecimento da economia se manifestam, por exemplo, na trajetória dos núcleos de inflação e das expectativas de inflação, nos indícios de escassez de mão-de-obra e na elevação dos custos dos insumos.

Nesse período, as projeções de inflação consideradas pelo Comitê mostraram ligeira deterioração no cenário prospectivo. O colegiado considera que essa deterioração deva ser contida e, para tanto, precisam ser revertidos os sinais de persistência do descompasso entre o ritmo de expansão da demanda e da oferta agregadas, que, em última instância, tendem a aumentar o risco para a dinâmica inflacionária.

Em tais circunstâncias, a postura de política monetária deve ser ajustada, por um lado, porque contribui para a convergência entre o ritmo de expansão da demanda e oferta e, por outro, porque evita que pressões de preços originalmente isoladas determinem uma deterioração persistente do cenário prospectivo para a inflação.