IPC-S: Alimentação puxa queda do índice

JB Online

DA REDAÇÃO - O IPC-S de 15 de junho de 2010 registrou variação negativa de 0,04%, taxa 0,25 ponto percentual (p.p.) abaixo da registrada na última apuração. Este foi o menor resultado desde a quarta semana de setembro de 2008, quando o índice registrou queda de 0,09%.

Nesta apuração, seis dos sete grupos componentes do índice apresentaram decréscimos em suas taxas de variação, com destaque para o grupo Alimentação (-0,46% para -1,05%). Nesta classe de despesa, vale mencionar os itens: Hortaliças e Legumes (-5,69% para -7,51%), Laticínios (0,68% para -0,52%) e Adoçantes (-4,16% para -6,73%).

Também registraram decréscimos em suas taxas de variação os grupos: Vestuário (1,44% para 1,12%), Habitação (0,71% para 0,56%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,54% para 0,44%), Despesas Diversas (0,44% para 0,34%) e Educação, Leitura e Recreação (0,09% para 0,01%). As principais contribuições para estes movimentos partiram dos itens: Roupas (1,68% para 1,12%), Tarifa de Eletricidade Residencial (2,17% para 1,76%), Medicamentos em Geral (0,77% para 0,48%), Alimento para Animais Domésticos (1,39% para 0,39%) e Hotel (0,67% para 0,27%), respectivamente.

O grupo Transportes repetiu a taxa de variação da última apuração, -0,13%. Em sentido ascendente vale citar o item Seguro Facultativo para Veículos (3,15% para 3,91%) e, em sentido contrário, o item Gás Natural Veicular (3,98% para 2,04%).

A próxima apuração do IPC-S, com dados coletados até o dia 22.06.2010, será divulgada no dia 23.06.2010.