Governo prorroga IPI zero para caminhões e tratores

Portal Terra

BRASÍLIA - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou nesta quarta-feira a prorrogação da alíquota zero do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para caminhões e tratores até o fim do ano. Antes, o imposto era de 5%. O impacto no Orçamento previsto é R$ 280 milhões.

"O objetivo é manter o estímulo para o setor, que começou a se recuperar lentamente no Brasil. Eles ainda estão se recuperando da crise", afirmou Mantega.

Considerados bens de capital (e não de consumo), por serem instrumentos de trabalho, os caminhões já tinham IPI menor do que os carros. No caso das caminhonetes e pick-ups, considerados veículos leves, o governo decidiu manter as atuais alíquotas de 4% até 31 de dezembro.

Será mantida a alíquota de IPI em zero também para bens de capital. Dentre os itens com a desoneração prorrogada estão incluídos silos para armazenagem de grãos, congeladores e resfriadores industriais. O valor da renúncia sobre os bens é de R$ 390 milhões até o final do ano.