BP afirma que vazamento ocorreu por falhas sem precedentes

SÃO PAULO, 16 de junho de 2010 - O diretor executivo da British Petroleum (BP), Tony Hayward, dirá na quinta-feira, em sua primeira apresentação ante legisladores americanos que o catastrófico vazamento de petróleo no Golfo do México foi causado por uma "combinação de falhas sem precedentes", segundo texto divulgado esta quarta-feira.

"Entendo que as pessoas querem ter uma resposta simples sobre o que aconteceu e a quem culpar", dirá Hayward no depoimento preparado para a Comissão do Congresso que investiga o caso.

"A verdade, no entanto, é que é um acidente complexo, causado por uma combinação de falhas sem precedentes. Várias empresas estão envolvidas, entre elas a BP, e é simplesmente cedo demais para identificar a causa", disse Hayward no texto divulgado pela petroleira britânica.

A empresa BP operava a plataforma Deepwater Horizon, cujo afundamento, em abril, causou o pior vazamento de petróleo da história dos Estados Unidos.

(Redação com AFP - Agência IN)