Ibovespa replica ambiente externo e avança 1,43%

SÃO PAULO, 15 de junho de 2010 - Em dia de estreia do Brasil na Copa do Mundo, o bom humor dos investidores prevaleceu na BM&FBovespa, no entanto, com volume de negócios reduzido. Apesar de números desaforáveis de várias economias mundo afora, o Ibovespa operou com ganhos acentuados, replicando o ambiente externo. Ao final do dia, o índice acionário subiu 1,43%, aos 64.442 pontos. O giro financeiro da bolsa fechou em R$ 3,742 bilhões.

O desempenho das commodities no mercado internacional favoreceu o índice acionário durante o pregão. Com isso, algumas blue chips tiveram um dia de ganhos, como as ações preferenciais da Vale, que acabaram em alta 1,19% e as preferenciais da Gerdau, com valorização de 1,83%.

Na sessão, vale destacar também o comportamento dos papéis das companhias aéreas GOL e TAM, que finalizaram entre as maiores altas do Ibovespa. Os preferenciais cresceram 7,83% e 8,03%, respectivamente.

No noticiário internacional, hoje foi revelado que o índice de sentimento econômico na Alemanha caiu 17,1 pontos em junho de 2010, chegando aos 28,7 pontos. Em maio, o índice se situava em 45,8 pontos. Na zona do euro, o indicador caiu 18,8 pontos, para 18,8 pontos, ante 37,6 pontos em maio.

Nos Estados Unidos, por sua vez, a atividade industrial no estado de Nova York subiu para 19,6 pontos em junho, ante 19,1 pontos apurados em maio, apesar da alta, o dado veio abaixo do esperado pelo mercado. No mesmo sentido, a confiança dos empresários do setor imobiliário no país caiu para 17 pontos em junho contra 22 pontos (dado revisado) em maio.

(Redação - Agência IN)