IPC-C1 desacelera para 0,18% em maio

SÃO PAULO, 10 de junho de 2010 - O Índice de Preços ao Consumidor - Classe 1 (IPC-C1) registrou variação de 0,18% em maio deste ano, taxa 1,10 ponto percentual inferior ao apurado um mês antes, segundo informações divulgadas hoje pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Com o resultado, o indicador acumula alta de 5,18% no ano e 6,04% nos últimos 12 meses.

Já o IPC-BR registrou variação de 0,21% em maio. A taxa do indicador nos últimos 12 meses ficou em 5,28%, abaixo do registrado pelo IPC-C1.

De acordo com a pesquisa, 4 das 7 classes de despesa componentes do índice apresentaram decréscimos em suas taxas de variação no período. O destaque foi o grupo Alimentação, que passou de 2,52% para -0,20%, por conta de recuos nos preços de itens importantes da cesta de consumo das famílias, como: Tomate (de 6,79% para -29,53%), Leite Tipo Longa Vida (9,66% para 1,82%), Feijão Carioquinha (30,82% para 13,95%) e Carnes Bovinas (2,81% para 1,54%).

Os grupos Saúde e Cuidados Pessoais (de 1,28% para 0,66%), Vestuário (de 1,13% para 0,80%) e Educação, Leitura e Recreação (de 0,57% para 0,00%) também registraram decréscimos. As principais influências partiram dos itens: Medicamentos em Geral (de 2,46% para 1,48%), Calçados (de 1,75% para 0,05%) e Show Musical (de 6,49% para -2,65%).

A taxa do grupo Transportes repetiu o resultado da última apuração, -0,01%. Em sentido ascendente, o destaque foi o item Tarifa de Transporte de Van, que passou de -0,11% para 0,00%. Em contrapartida, o item Gasolina continuou a registrar queda, passando a taxa de -0,83% para -0,95%.

Em sentido oposto, os grupos Habitação (de 0,29% para 0,63%) e Despesas Diversas (de 0,00% para 0,16%), registraram acréscimos em suas taxas de variação. As principais contribuições partiram dos itens: Taxa de Água e Esgoto Residencial (de 0,00% para 1,57%) e Alimento para Animais Domésticos (de -1,35% para 0,45%).

(CSU - Agência IN)