Melhoria da economia brasileira atrai empresários italianos

SÃO PAULO, 9 de junho de 2010 - O Governo Regional da Campânia, com o objetivo de promover e valorizar a os produtos alimentícios típicos da região situada no sul da Itália, promoveu ontem no Brasil, na cidade de São Paulo, o Circolo Italiano, evento que pretende aumentar o comércio entre os dois países.

Na América do Sul o mercado brasileiro foi o escolhido devido ao crescimento da economia do país e, principalmente, à enorme aceitação do conceito da Dieta Mediterrânea, comprovadamente uma das dietas mais saudáveis no mundo. "O Brasil é considerado peça-chave neste projeto. Além do crescimento do país, temos aqui uma das maiores comunidades italianas do mundo: cerca 30 milhões de italianos e descendentes que, através dos produtos de alta qualidade da Campânia, se identificam com sua cultura de origem e contribuem para o avanço comercial do país", ressalta o Dr. Costanzo Jannotti Pecci.

Durante o lançamento do "Agroindustria Campania in Brasile 2010", participaram o Presidente da Valisannio, Dr. Costanzo Jannotti Pecci; o Presidente da Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio, Indústria e Agricultura de São Paulo, Dr. Edoardo Pollastri; e o Diretor do Instituto Nacional para Comércio Exterior da Itália, Dr. Giovanni Sacchi, além de outras autoridades italianas.

O projeto surgiu a partir do trabalho realizado pelo Observatório de Competências, núcleo que mapeou as competências desenvolvidas na Campânia buscando a valorização e especialização do território. Paralelo à esta análise, foram selecionados alguns mercados do setor agroindustrial considerados estratégicos para o produto campano.

A próxima iniciativa prevista em solo brasileiro é levar as empresas e à feiras e eventos na Itália afim de estreitar cada vez mais o vínculo entre os dois países.

(Redação - Agência IN)