EUA espera que Suíça envie nomes de suspeitos por evasão fiscal

SÃO PAULO, 8 de junho de 2010 - Os Estados Unidos esperam que Berna honre seus compromissos, anunciou nesta terça-feira a administração de impostos (IRS), depois que o Parlamento suíço rejeitou o acordo que prevê a entrega de milhares de nomes de clientes norte-americanos do banco UBS, suspeitos de evasão fiscal.

O Parlamento suíço devolveu o texto ao Conselho dos Estados (Câmara Alta).

A Câmara Baixa do Parlamento opôs-se ao acordo, com 104 votos contra e 76, depois de um debate transmitido diretamente pela televisão suíça.

Em agosto passado, Suíça, Estados Unidos e o UBS tinham chegado a um acordo segundo o qual o banco revelaria a identidade de em torno de 4.450 clientes norte-americanos, um histórico acordo concluído fora dos tribunais em um caso de evasão fiscal norte-americana que colocou em prova o sigilo bancário suíço.

Mas o acordo teve de ser submetido à aprovação do Parlamento depois que um tribunal suíço questionou no início deste ano sua legalidade.

(Redação com AFP - Agência IN