IPC-S tem menor resultado desde novembro de 2009

JB Online

DA REDAÇÃO - O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) de 31 de maio de 2010 registrou queda de 0,21%, taxa 0,26 ponto percentual abaixo da taxa apurada na última divulgação. Este foi o menor resultado desde a segunda semana de novembro de 2009, quando o índice variou 0,20%.

A principal contribuição para o recuo da taxa do IPC-S partiu do grupo Alimentação (0,52% para -0,34%) onde dezessete dos 21 itens componentes apresentaram decréscimos em suas taxas de variação. Entre estes, vale citar: Hortaliças e Legumes (-2,34% para -5,80%), Laticínios (2,64% para 1,57%), Arroz e Feijão (6,39% para 4,56%) e Carnes Bovinas (1,99% para 1,03%).

Contribuíram também para o decréscimo da taxa do índice os grupos: Saúde e Cuidados Pessoais (0,74% para 0,58%), Transportes (-0,11% para -0,18%), Educação, Leitura e Recreação (0,23% para 0,17%) e Despesas Diversas (0,39% para 0,36%). Os destaques em cada uma dessas classes de despesa foram: Medicamentos em Geral (2,47% para 1,29%), Gasolina (-0,47% para -0,61%), Show Musical (0,39% para -3,84%) e Mensalidade para TV por Assinatura (1,31% para 0,91%), respectivamente.

Em contrapartida, os grupos Habitação (0,60% para 0,65%) e Vestuário (0,82% para 0,99%) apresentaram avanços em suas taxas de variação. Os itens que mais contribuíram para estes movimentos foram: Tarifa de Eletricidade Residencial (1,50% para 1,78%) e Roupas (1,23% para 1,43%), respectivamente.

A próxima apuração do IPC-S, com dados coletados até o dia 07.06.2010, será divulgada no dia 08.06.2010.