Missão brasileira viaja para ter encontro sobre carne

SÃO PAULO, 31 de maio de 2010 - Uma missão brasileira, com técnicos das Secretarias de Defesa Agropecuária e de Relações Internacionais do Agronegócio do Ministério da Agricultura, irá aos Estados Unidos, nos dias 7 e 8 de junho. O objetivo é avaliar com as autoridades do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, sigla em inglês) os procedimentos em relação ao controle de resíduos em carne bovina termoprocessada exportada para aquele mercado.

"Vamos buscar informações sobre a metodologia aplicada pelo Serviço Veterinário Oficial daquele país. A adotada pelo Brasil segue recomendação do Codex Alimentarius (organismo internacional de referência para a segurança dos alimentos)", explica Nelmon Costa, diretor do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal, da Secretaria de Defesa Agropecuária.

Segundo ele, dentro do princípio de equivalência de sistemas, a missão terá como objetivo, também, esclarecer se os critérios aplicados em relação às empresas brasileiras que exportam para aquele país são os mesmos aplicados internamente no mercado americano.

Desde o dia 27, o Ministério da Agricultura, decidiu suspender, temporariamente, a produção e certificação de produtos cárneos exportáveis para os Estados Unidos. "Essa medida deverá ser revista após essa reunião, quando deverão ocorrer os ajustes necessários para restabelecermos as exportações brasileiras", enfatizou Nelmon.

No primeiro trimestre de 2010, as exportações brasileiras de carne bovina para os Estados Unidos renderam US$ 48,6 milhões, o que representou 9,1 mil toneladas.

(Redação - Agência IN)