MasterCard lança sistema para análise de fraude em tempo real

SÃO PAULO, 31 de maio de 2010 - A MasterCard selecionou o Brasil como o primeiro país da América Latina para o lançamento do Serviço de Monitoramento Profissional para Análise de Fraude em Tempo Real. O novo serviço do pacote de Soluções de Monitoramento Profissional (EMS - Expert Monitoring Solutions) oferece aos emissores um sistema completo e de última geração para detectar e prevenir fraudes.

A opção pelo Brasil se deve ao fato de se tratar de um mercado de meios eletrônicos de pagamento em contínuo crescimento. Segundo dados da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), os plásticos no país somam 628 milhões (crédito, débito, cartões de rede e lojas). Em 2009, houve mais de 6 bilhões de transações com cartões.

O rápido crescimento dos pagamentos eletrônicos vem acompanhado da necessidade de ferramentas robustas de prevenção de fraudes que garantam a diminuição de ações fraudulentas e proporcionem segurança para os consumidores.

Incorporando os mais recentes modelos de gestão de riscos, a solução inclui avaliação preditiva de fraudes em tempo real, durante o processo de autorização de uma transação, indicando a probabilidade de ela ser fraudulenta. Com isso, a MasterCard está aumentando o suporte para que os emissores rastreiem e detectem fraudes com mais detalhamento em cada transação e reduzam custos.

"A MasterCard se compromete a ajudar seus clientes, as instituições financeiras, a protegerem os portadores de cartões dos riscos de fraude. Com esta nova solução, os emissores podem aperfeiçoar a detecção de operações fraudulentas, em tempo real, e assim evitá-las", diz Bruce Rutherford, líder da área de gerenciamento de fraudes da MasterCard Worldwide.

"O serviço complementa qualquer sistema de detecção de fraudes que já seja utilizado por nossos clientes, de modo que as instituições financeiras podem usar modelos altamente preditivos ou trabalhar com a MasterCard para criar outros, personalizados, com base nas características específicas de cada portfólio. Com isso, os emissores que introduzem a solução podem contar com índices mais altos de detecção de fraudes e redução do número de falsos positivos, em comparação com soluções convencionais. Esses são aspectos fundamentais para criar uma experiência segura para o usuário de cartões de crédito", completa Rutherford.

(Redação - Agência IN)