Bernanke reconhece papel essencial do G20 na reforma das finanças

Agência AFP

WASHINGTON - O presidente do Banco Central dos Estados Unidos (Fed), Ben Bernanke, considerou neste domingo que o G20 tem um papel "essencial" a desempenhar para assegurar o sucesso da reforma da regulação financeira em escala mundial.

"Em nível mundial, a capacidade de direção do Grupo dos Vinte (...) será essencial para fazer com que as reformas não sejam apenas fortes e eficazes, como também coordenadas e coerentes entre os países", declarou Bernanke durante um discurso pronunciado em Seul e cujo texto foi divulgado em Washington.

"Será preciso uma cooperação internacional aprofundada para reforçar o sistema financeiro internacional e fazer com que as instituições financeiras sejam reguladas com cuidado, bem capitalizadas, transparentes, e que seu balanço tenha um bom grau de liquidez", acrescentou.

Os membros do G20, fórum de países ricos e emergentes, estão comprometidos em reformar o sistema financeiro internacional para que este seja melhor regulado a fim de evitar a repetição dos eventos que causaram a última crise financeira.

Bernanke fez essas declarações antes da realização de uma reunião de ministros das Finanças e dos presidentes dos Bancos Centrais dos países do G20 que deverá ser realizada nos dias 4 e 5 de junho no porto de Busan, Coreia do Sul.

Essa reunião deve preparar o encontro de chefes de Estado do G20 previsto para os dias 26 e 27 de junho em Toronto, no momento em que vários Estados membros parecem adotar posturas diferentes, principalmente no que diz respeito à questão relativa a uma taxa mundial para os bancos.