Wall Street fecha em baixa antes de feriado

Agência AFP

NOVA YORK - A Bolsa de Nova York terminou em baixa nesta sexta-feira, antes de um fim de semana prolongado, afetada principalmente pelo rebaixamento da nota da Espanha adotado pela agência Fitch: o Dow Jones perdeu 1,19% e o Nasdaq, 0,91%.

Segundo dados definitivos, o Dow Jones Industrial Average recuou 122,36 pontos, para 10.136,63.

A bolsa eletrônica Nasdaq perdeu 20,64 pontos, a 2.257,04 unidades, e o índice ampliado Standard & Poor's 500 caiu 1,24% (13,65 pontos), para 1.089,41.

O principal índice de Wall Street subiu 2,85% na quinta-feira. No mês, registra uma queda de 7,9%, sua pior performance mensal desde fevereiro de 2009.

"O mercado recebeu um choque quando a Fitch baixou a nota da Espanha", observou Mace Blicksilver, da Marblehead Asset Management.

"Mas é um dia muito calmo, antes de um feriado. A próxima semana será mais importante, com o início de um novo mês e os números (mensais) do emprego" nos Estados Unidos na sexta-feira, acrescentou.

A agência qualificadora Fitch rebaixou a nota da dívida espanhola da melhor qualificação possível, "AAA", para "AA+", devido às perspectivas ruins para o crescimento pelo forte endividamento privado do país, apesar dos esforços governamentais para reduzir o déficit público.

A agência mantém a perspectiva da economia em "estável".

A Fitch antecipa que o processo de ajuste econômico será mais difícil e prolongado na Espanha que para outras economias "AAA". Por isso, a agência rebaixou a nota, acrescentou.

No início da sessão, o mercado foi afetado por indicadores inferiores às previsões nos Estados Unidos. Os gastos de consumo dos lares americanos se mantiveram estáveis em abril, após seis meses consecutivos de alta. Os analistas esperavam um novo aumento.

"Os americanos economizaram um pouco mais", comentou Gregori Volokhin, da Meeschaert New York. "É uma boa coisa em si mesma mas, nesse momento, o que se pede ao americano é sustentar firmemente a economia gastando o máximo possível".

Outra notícia negativa, o índice de diretores de compras ISM da atividade econômica na região de Chicago retrocedeu mais que o previsto em maio, a 63,8 pontos.

O mercado obrigatório aumentou. O rendimento dos títulos do Tesouro de 10 anos caiu para 3,301%, contra 3,338% na noite de quinta-feira, e o dos títulos de 30 anos foram a 4,214%, contra 4,239%. O rendimento das obrigações evolui no sentido oposto a seus preços.