Brasil descarta 10 mil toneladas de embalagens de agrotóxicos

SÃO PAULO, 28 de maio de 2010 - Nos primeiros quatro meses do ano, as unidades de recebimento de todo o país encaminharam para o destino ambientalmente correto - reciclagem ou incineração - 10 mil toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas. Esse volume representa um crescimento de 23,6% em relação ao mesmo período de 2009, quando foram processadas 8.098,4 toneladas.

Levantamento do inpEV - instituto que representa a indústria fabricante de agrotóxicos para a destinação das embalagens vazias de seus produtos - mostra que, 93,7% das mais de 10 mil toneladas de embalagens seguiram para reciclagem.

Os dados revelam ainda que os Estados que mais destinaram embalagens de janeiro a abril foram: Mato Grosso (com 1.996,8 toneladas), Paraná (com 1.376,6 toneladas), São Paulo (com 1.267,2 toneladas), Goiás (com 1.259,5 toneladas) e Minas Gerais (com 884 toneladas). Esses cinco Estados representam mais de 70% do volume destinado em todo o Brasil.

(Redação - Agência IN)