Empréstimos hipotecários nos EUA têm menor valor desde maio de 97

SÃO PAULO, 19 de maio de 2010 - O número de solicitações de empréstimos hipotecários teve retração de 1,5% na semana encerrada no dia 14 de maio, ante a semana anterior, já com ajustes sazonais. Sem o ajuste sazonal, o índice recuou 3,1% no mesmo período supracitado.

O subíndice de compra (purchase index) apresentou queda de 27,1% com relação à semana anterior, o menor resultado desde maio de 1997. As solicitações de refinanciamentos imobiliários de hipotecas já existentes caíram 14,5%. Ambos ajustados sazonalmente.

"O subíndice de compra caiu 27% na semana passada e recuou quase 20% sobre o mês passado, apesar das taxas de juros estarem relativamente baixas. Os dados continuam a sugerir que o crédito fiscal puxou as vendas em abril, em detrimento do restante da temporada de compras da primavera. Na verdade, essa queda ocorreu mesmo com as taxas fixas contínuas das hipotecas de 30 anos em queda, em 4,83%, seu nível mais baixo desde Novembro de 2009", afirmou Mike Fratantoni, Vice-presidente da MBA.

Se levar em consideração a média das últimas quatro semanas, o dado mostrou avanço de 0,8%. O subíndice de compra registrou perdas durante esta semana na comparação com a anterior, de 4,6% e os refinanciamentos apontaram acréscimo de 4,5%.

As informações são da Mortgage Bankers Association (MBA), que faz a análise de novos pedidos hipotecários e refinanciamentos de empréstimos imobiliários semanalmente.

(SV - Agência IN)