PMEs lideram queda na procura por crédito em abril

SÃO PAULO, 17 de maio de 2010 - A procura das empresas por crédito recuou 5,1% no mês passado. As micro e pequenas empresas foram as maiores responsáveis pela queda, recuando 5,3% em relação a março. Já para as médias empresas, a queda em abril foi menos acentuada, apenas 0,7%. Somente as grandes empresas não apresentaram recuo em suas demandas por crédito, mantendo-se estáveis em relação a março de 2010 mercado externo ainda se recuperando de forma lenta dos impactos adversos da crise financeira internacional.

As empresas do setor de serviços lideraram queda da demanda por crédito em abril, registrando recuo de 5,3% frente a março. Em seguida vieram as empresas do comércio, com queda de 5,1%. Já para as indústrias, o recuo mensal foi menor (3,6% em relação a março/10).

No acumulado dos primeiros quatro meses de 2010, os crescimentos das demandas por crédito das empresas comerciais e de serviços estão praticamente empatados (12,9% e 13,2%, respectivamente). A maior exposição do setor industrial ao cenário externo, que voltou a demonstrar sinais de nervosismo nestas últimas semanas, figura entre as causas que explicam o desempenho mais fraco da indústria em relação aos demais setores econômicos em termos de procura por crédito (8,2% de crescimento no acumulado dos primeiros quatro meses de 2009).

(SSB - Agência IN)