Japão busca compradores para trem mais rápido do mundo

Portal Terra

DA REDAÇÃO - O secretário de transportes dos EUA, Ray LaHood, fez nesta terça-feira uma viagem teste no trem mais rápido do mundo, em Yamanashi, a 100 km de Tóquio. O veículo de levitação magnética trafega a 502 km/h, e a visita da autoridade americana animou o Japão sobre a possibilidade de vender a tecnologia a outros países. As informações são da Bloomberg Businessweek.

Segundo a publicação, os EUA estariam cogitando a implementação de uma linha entre Washington e Baltimore, com custo estimado em US$ 5,8 bilhões e com perspectiva de locomover cerca de 9,2 milhões de passageiros por ano. O percurso de 64,3 km levaria 18 minutos, e poderia futuramente se extender até Nova York e Boston.

Masayuki Kubota, secretário de transportes do Japão, afirmou à reportagem que a visita de LaHood é um grande passo na busca por fechamento de negócios. A perspectiva de venda veio após o presidente dos EUA, Barack Obama, ter aprovado um pacote de US$ 8 bilhões para investimentos em transportes convencionais e de alta velocidade no território americano, disse a Bloomberg.