Governo grego adota plano radical de corte nas aposentadorias

Agência AFP

ATENAS - O governo grego aprovou nesta segunda-feira a reforma das aposentadorias, um dos eixos de seu plano de austeridade, que prevê fortes cortes nos benefícios e um aumento da idade de aposentadoria para 65 anos, informou à AFP o ministro de Proteção Social, Andreas Loverdos.

"O plano foi adotado", disse o ministro, depois de uma reunião de gabinete do governo liderado pelo primeiro-ministro Georges Papandreou.

O parlamento grego tinha dado luz verde, na última quinta-feira, ao conjunto do plano de ajuste decidido pelo governo socialista em troca da ajuda financeira feita por União Europeia (UE) e pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) para evitar a quebra do país.