Alemanha propõe plano de ajuda de 500 bilhões de euros à zona do euro

Agência AFP

BRUXELAS - A Alemanha propôs neste domingo um grande plano de ajuda financeira, de 500 bilhões de euros, que poderia ser utilizado pelos países da zona do euro em dificuldades e envolveria o FMI, indicou à AFP uma fonte diplomática europeia.

"A Alemanha pôs sobre a mesa uma proposta total de 500 bilhões de euros", ressaltou esta fonte, durante uma reunião de ministros das Finanças da União Europeia (UE) em Bruxelas para aprovar um plano que garanta a estabilidade da zona do euro, que corre o risco de cair em uma crise generalizada de dívida soberana.

Para se chegar a esse valor seriam somados 60 bilhões de euros em empréstimos concedidos pela Comissão Europeia aos 440 bilhões de euros que seriam garantidos, se necessário, pelos países da zona do euro e pelo Fundo Monetário Internacional (FMI).

Esta última soma seria constituída por "empréstimos bilaterais, garantias para empréstimos e linhas de crédito do FMI", segundo a mesma fonte.

Caso seja concretizado, este plano de ajuda não terá precedentes na história.