Inverno e greve prejudicam balanço trimestral, diz Lufthansa

SÃO PAULO, 7 de maio de 2010 - Depois de retração da demanda decorrente da crise e aliada à forte deterioração dos preços em 2009, as áreas de negócios Grupo Passage Airline e Logística conseguiram aumentar sensivelmente o desempenho do tráfego no tradicionalmente fraco primeiro trimestre, no entanto, a redução do nível de preços, porém, ainda chegou a prejudicar o resultado do Grupo Passage Airline, afirmou o Grupo Lufthansa.

O inverno rigoroso assim como a greve, seguida de outra ameaça de greve por parte da associação dos pilotos (VC, na sigla em inglês), também levaram a perdas de receita e custos consecutivos.

O resultado do grupo no primeiro trimestre de 2010 foi de ? 298 milhões, no mesmo período do ano anterior de ? 267 milhões negativos. Nos primeiros três meses do exercício de 2010, a Deutsche Lufthansa AG registrou resultado operacional de ? 330 milhões negativos, ? 286 milhões a menos do que no mesmo período do ano anterior.

Stephan Gemkow, diretor financeiro da Deutsche Lufthansa AG, disse por ocasião da apresentação dos números trimestrais que "a recuperação da demanda não é suficiente para um bom resultado. Eficiência nos custos e aumentos da receita são condições obrigatórias para tanto. Todas as áreas de negócios trabalham nesta direção e deram início às respectivas medidas de garantia de resultados. Estamos convictos de que o grupo sairá da crise fortalecido".

(Redação - Agência IN)