EUA investigam falha humana em queda do Dow Jones, diz Obama

Agência AFP

AFP - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta sexta-feira que as autoridades americanas estão investigando a "inusual" atividade registrada nas últimas horas do pregão de ontem dos mercados de ações - o que provocou uma queda brusca no valor dos papéis - e prometeu proteger os investidores.

Obama aproveitou um breve discurso sobre a criação de emprego nos Estados Unidos para comentar "a atividade inusual nos mercados de ações" na quinta-feira em Wall Street.

- As autoridades regulatórias avaliam a questão com atenção, preocupados em proteger os investidores e evitar que isso volte a ocorrer, e os resultados da investigação serão divulgados junto às recomendações para que sejam tomadas as medidas apropriadas - afirmou.

Durante 20 minutos, as 30 principais empresas americanas listadas no Dow Jones Industrial Average viram suas ações cair 998,5 pontos, mais de 9%, o equivalente à perda de bilhões de dólares em seu valor de mercado.

Pouco depois começaram a circular rumores de que um operador do Citigroup cometeu um erro com as ações da Procter and Gamble, e vendeu 16 bilhões de dólares no lugar de 16 milhões, o que arrastou o Dow Jones para sua maior queda em uma única sessão.

No entanto, o porta-voz da Procter and Gamble disse que a empresa "não tem provas de que o Citi esteja envolvido em uma transação errônea".

O mercado recuperou-se rapidamente, mas fechou na quinta-feira em baixa de 3%. Na sexta-feira, o Dow Jones voltava a cair, principalmente pelos temores de contágio da crise da dívida grega ao restante da Europa.