Preço do leite longa vida sobe 10,51% em março

SÃO PAULO, 26 de abril de 2010 - O preço do leite longa vida apresentou aumento em todas as regiões do País em março. A conclusão é de uma pesquisa realizada pela GfK, quarta maior empresa de pesquisa de mercado no País e no mundo.

De acordo com a análise da GfK, o leite longa vida teve alta de 10,51% no mês passado em relação à fevereiro de 2010. Na variação acumulada dos últimos 12 meses, o aumento foi de 13%. Apesar da expressiva alta, os índices, no entanto, não chegam ao patamar de maio de 2009, quando o crescimento foi de 14,31%.

A região Centro Oeste apresentou a maior alta no preço, de 12,52%. A região Sul teve a segunda maior alta, 10,77%, puxada pelo aumento expressivo registrado no Estado de Santa Catarina, de 19,86%. Brasília foi a cidade onde houve maior aumento no valor do produto, 18,19%, seguida de Fortaleza, 18,06%, e de Natal, 15,37%. Na Grande Vitória e em Cuiabá, no entanto, não houve oscilação de preço. E em Salvador e Maceió houve queda de 5,6% e 1,35%, respectivamente.

Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Leite Longa Vida (ABLV), o aumento representa uma recuperação de preços após um período de queda. De acordo com o gerente de Serviços ao Cliente da GfK, Marcio Nardi, tem sido comum a oscilação do item nos últimos meses. "Provavelmente o leite deverá se manter em trajetória de aumento até o final do terceiro trimestre, isso devido à antecipação da entressafra deste ano somada a uma maior procura da indústria alimentícia pela matéria prima, o que permitirá deixar os preços mais sustentados e gerar maiores investimentos ainda em 2010 na atividade de produção leiteira", explica.

(Redação - Agência IN)