Produção de celulose cresce 13% no 1º trimestre

SÃO PAULO, 23 de abril de 2010 - A produção de celulose até março alcançou 3,5 milhões de toneladas - crescimento de 13,1% sobre o volume registrado no primeiro trimestre de 2009 - enquanto as exportações do insumo aumentaram 19,1% - passando de 1,8 milhão de toneladas para 2,2 milhões de toneladas no mesmo período. Os dados são da equipe de Comunicação Corporativa da Bracelpa.

A indústria de celulose e papel encerra o primeiro trimestre de 2010 com resultados superiores aos registrados no período pré-crise financeira internacional e com indicativos de que o setor tende a manter esse bom desempenho durante o ano. Os resultados até agora mostram curva crescente de produção e vendas, reflexo da recuperação econômica de mercados estratégicos para o setor.

Em relação ao papel, os resultados também são representativos em comparação ao primeiro trimestre de 2009, quando a crise impactou o setor fortemente. Destaque para as vendas domésticas de papelcartão que, em março cresceram 37,8% sobre as vendas de fevereiro e que aumentaram 40,8% em relação ao primeiro trimestre de 2009. O produto é um importante sinalizador da atividade econômica.

A receita de exportações no primeiro trimestre de 2010 foi de US$ 1,6 milhão, valor 20% superior à receita de 2008 (US$ 1,3 milhão) e 41% superior à de 2009 (US$ 1,1 milhão) no mesmo período. Além disso, o saldo comercial do setor até março foi de US$ 1,2 milhão, 43,8% a mais que o valor acumulado nos primeiros três meses de 2009 e maior que o saldo da Balança Comercial Brasileira, que ficou em US$ 893 mil. O valor também é superior ao saldo comercial do primeiro trimestre de 2008 (US$ 967), ou seja, antes da crise financeira internacional. Vale destacar o movimento de retomada das exportações de celulose para a Europa e, também, o contínuo crescimento das vendas para a China.

(MLC - Agência IN)