IPC-S desacelera para 0,76% puxado por alimentação

SÃO PAULO, 23 de abril de 2010 - O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) do dia 22 de abril registrou variação de 0,76%, taxa 0,04 ponto percentual abaixo do registrado na apuração anterior, segundo informou há pouco a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

De acordo com a pesquisa, 2 dos 7 grupos componentes do índice decresceram no período. A principal contribuição para a desaceleração da taxa partiu do grupo Alimentação (de 2,36% para 2,02%). Nesta classe de despesa, vale destacar o comportamento dos itens: Hortaliças e Legumes (de 9,64% para 7,19%) e Frutas (de -1,07% para -1,83%).

A taxa do grupo Educação, Leitura e Recreação (de 0,30% para 0,18%) também recuou. A contribuição para este movimento partiu do item Passagem Aérea (de -1,45% para -4,47%).

Em sentido opostos, avançaram: Vestuário (de 0,45% para 0,93%), Transportes (de -0,45% para -0,29%), Saúde e Cuidados Pessoais (de 0,50% para 0,61%), Despesas Diversas (de 0,00% para 0,02%) e Habitação (de 0,25% para 0,26%).

Os destaques partiram dos itens: Roupas (de 0,25% para 0,97%), Álcool Combustível (de -12,32% para -11,06%), Medicamentos em Geral (de 0,59% para 1,27%), Vinho (de -1,30% para -0,54%) e Profissionais para Reparos de Residência (de 0,16% para 0,54%), respectivamente.

(CSU - Agência IN)