FMI responderá rapidamente ao pedido de ajuda da Grécia

Agência AFP

WASHINGTON - O diretor-geral do Fundo Monetário Internacional, Dominique Strauss-Kahn, prometeu nesta sexta-feira responder rapidamente ao pedido de ajuda financeira da Grécia, confrontada com uma crise orçamentária sem precedentes, segundo comunicado da instituição.

O primeiro-ministro grego, Giorgos Papandreou, pediu na manhã desta sexta-feira a ativação do mecanismo de ajuda FMI-União Europeia.

Papandreou fez o anúncio pela televisão, pouco antes da viagem a Washington de seu ministro das Finanças, Giorgos Papaconstantinou, que se encontrará sábado com o diretor-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn.

O plano de ajuda à Grécia, da zona euro e do FMI, prevê a concessão de empréstimos de 45 bilhões de euros (US$ 60 bilhões) com juros de 5%.