Bird: incertezas sobre recuperação

Jornal do Brasil

DA REDAÇÃO - Economista-chefe da instituição também critica situação industrial

O economista-chefe do Banco Mundial (Bird), Justin Yifu Lin, disse ontem que as altas taxas de desemprego geram incertezas sobre a recuperação global, apesar de a retomada ter tido mais força e rapidez do que o esperado.

Lin citou também o excesso de capacidade das indústrias, devido à demanda reprimida, como entrave à recuperação. Segundo ele, a retirada dos estímulos fiscais e monetários pode inibir o aquecimento do consumo privado, que é justamente o que as economias precisam para preencher a utilização da capacidade instalada das indústrias e voltar a criar mais empregos, e isso deve ficar mais evidente a partir do segundo semestre.

A situação é bem complicada nos países desenvolvidos, os mais afetados pela crise. De acordo com relatório World Economic Outlook (WEO), do Fundo Monetário Internacional (FMI), a taxa de desemprego nas economias avançadas deve ficar em 8,4% este ano e 8% em 2011. Para os Estados Unidos, a projeção é de 9,4% em 2010 e 8,3% em 2011.

Com agências