Venda de imóveis usados nos EUA cresce 6,8% em março

SÃO PAULO, 22 de abril de 2010 - A Associação Nacional dos Corretores (NAR, na sigla em inglês), relatou nesta quinta-feira que as vendas de casas existentes subiu pelo nono mês consecutivo, influenciada pelos créditos fiscais e as baixas taxas de juro que continuam a impulsionar a demanda. No mês de março, as vendas de imóveis usados subiram 6,8% em março, na comparação com o mesmo período do ano anterior.

O NAR informou que as vendas de imóveis existentes atingiram ritmo anual de 5,35 milhões de unidades, contra 5,01 milhão em fevereiro e bem acima dos níveis do ano passado de 4,61 milhões. O resultado também superou as estimativas dos economista, que esperavam um ritmo de vendas de 5,3 milhões de unidades.

"O crédito fiscal para o comprador foi um grande sucesso para equilibrar os preços dos imóveis no mercado interno", disse Lawrence Yun, economista-chefe da NAR. "Esta é a preservação talvez de quase US$ 1 trilhão, grande parte da riqueza da classe média que podia ter sido eliminado sem a medida de estímulo a habitação."

Os créditos de imposto oferecido pelo governo Obama para aqueles que fossem "comprar imóveis pela primeira vez" ajudou a empurrar a demanda, representando 44% das vendas em março, acima dos 42% em fevereiro.

O preço interno mediano para um imóvel existente subiu 0,4%, a US$ 170,7. No entanto, os estoques de casas continuam a aumentar, modestamente, em 1,5% em março para 3,58 milhões de unidades para venda. nesse ritmo, os estoques cairiam em 8 meses.

(SV - Agência IN)