Banco Mundial vê risco de superaquecimento econômico no Brasil

Portal Terra

DA REDAÇÃO - O relatório do Panorama Econômico Mundial divulgado pelo Banco Mundial, nesta quarta-feira, alerta o Brasil quanto ao risco de superaquecimento interno e recomenda que o País reverta a política de estímulo para que isso seja evitado.

De acordo com o relatório, conforme a recuperação econômica se torna mais sólida, a posição da política monetária nos países da América Latina deve passar para a "mais neutra".

O Banco Mundial diz que o Brasil está mais perto desta mudança de estratégia, devido ao seu regime orientado para controlar a inflação, do que outros países da região, como a Colômbia e o México.

As estimativas do Banco Mundial para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro é de 5,5% em 2010, apresentando um declínio em 2011, com um avanço de 4,1%.