Prêmios dos DIs abrem sinalizando leve alta

SÃO PAULO, 9 de abril de 2010 - As projeções de juros embutidas nos contratos de Depósito Interfinanceiro (DI) abriram sinalizando leve alta. Há pouco, o contrato de DI com vencimento em julho de 2010 apontava taxa anual de 9,29%, ante 9,27% do ajuste anterior. O DI de janeiro de 2011 projeta juro de 10,47%, contra 10,46% da véspera.

Nesta manhã os agentes avaliam o resultado do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) no município de São Paulo, medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe/USP), que desacelerou para 0,23% na primeira quadrissemana de abril, inferior ao índice do mês de março, que foi de 0,34%. O dado veio abaixo do piso das expectativas. O grupo alimentação mostrou moderado arrefecimento, enquanto os transportes aceleração da deflação, contribuindo para o bom desempenho da inflação. As demais classes de despesas mostraram certa estabilidade.

Já o Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) de 7 de abril de 2010 registrou acréscimo em 5 das 7 capitais pesquisadas, segundo informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Houve desaceleração apenas em Belo Horizonte (de 0,71% para 0,67%) e Rio de Janeiro (de 1,10% para 1,08%).

Ainda na agenda doméstica, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que o emprego na indústria nacional teve acréscimo de 0,6% em fevereiro deste ano, na comparação com o mês anterior, em dados com ajuste sazonal. Este é o segundo resultado positivo consecutivo, acumulando alta de 0,9%.

(Maria de Lourdes Chagas - Agência IN)