Mercado chinês de cargas aéreas pode crescer 9,3% por ano

SÃO PAULO, 8 de abril de 2010 - O mercado interno chinês de transporte aéreo de cargas deve crescer 9,3% por ano até 2028, segundo estimativas da Boeing. Para Kai Heinicke, diretor regional de marketing da companhia, a movimentação do país asiático para comportar a demanda é intensa. "A China está investindo bastante em infra-estrutura, o que é parte fundamental para criar esse mercado. Os investimentos geram demandas importantes para sustentar este crescimento", explicou.

As projeções para a China contemplam o aumento do número de pessoas que chegaram a classe média, observado nos últimos anos. Na opinião de Heinicke, os próprios chineses possuem perspectivas otimistas para o futuro. "Quando apresentamos estes números lá, nos acharam um pouco conservadores. Internamente, os chineses projetam crescimentos muito maiores do que este", pontuou.

A estimativa da Boeing aponta também para elevação nos volumes transportados entre países asiáticos, que deve chegar a 7,5% até 2028. A melhor projeção para a América Latina é a de crescimento de 5,5% nos transportes com nações europeias.

(Humberto Domiciano - Agência IN)