Leilão de créditos de carbono termina sem negócio

SÃO PAULO, 8 de abril de 2010 - A BM&FBovespa realizou hoje o primeiro leilão de créditos de carbono voltado ao mercado voluntário. Foram ofertadas 180 mil unidades de reduções de emissões verificadas (voluntary carbon units), divididas em três lotes de 60 mil toneladas cada, de titularidade de projetos administrados pela Carbono Social Serviços Ambientais. Nenhum lote foi arrematado pelas empresas participantes.

A realização de um leilão para o mercado voluntário de carbono é um pioneirismo da BM&FBovespa no Brasil, e sinaliza o início da consolidação do mercado brasileiro de emissões, que ainda está sendo aprimorado por seus participantes.

Este é o terceiro leilão de créditos de carbono realizado pela BM&FBovespa, e o primeiro voltado ao mercado voluntário em ambiente de bolsa no Brasil. Os leilões anteriores, realizados em 2007 e 2008, ofertaram reduções certificadas de emissão (RCEs) de titularidade da Prefeitura Municipal de São Paulo, procedentes de projetos dos aterros sanitários Bandeirantes e São João.

(MLC - Agência IN)