Safra nacional de grãos deve crescer 8,5% em 2010

SÃO PAULO, 7 de abril de 2010 - A safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas deverá atingir produção da ordem de 145,2 milhões de toneladas em 2010, superior em 8,5% à obtida em 2009 (133,8 milhões de toneladas), de acordo com a terceira estimativa da safra nacional relativa a março, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

As previsões divulgadas nesta quarta-feira indicam pequeno acréscimo em relação à estimativa de fevereiro (0,02%). Segundo a instituição, a área plantada deverá ter avanço de 1,5%, em relação ao ano passado, situando-se em 47,9 milhões de hectares.

As três principais culturas (arroz, milho e soja), que respondem por 81,6% da área plantada, apresentam variações de -4,9%, -4,0% e 6,4%, respectivamente, em relação a safra de 2009. No que se refere à produção destes três produtos, o milho e a soja registram acréscimos de 3,0% e 18,1%, enquanto o arroz apresenta retração de 9,6%.

Além disso, o IBGE prevê que a safra esperada para 2010 tenha a seguinte distribuição regional: região Sul, 61,1 milhões de toneladas (16,6%); Centro-Oeste, 50,4 milhões de toneladas (3,3%); Sudeste, 16,5 milhões de toneladas (-4,2%); Nordeste, 13,2 milhões de toneladas (13,8%) e Norte, 3,9 milhões de toneladas (3,9%).

De todas as regiões, o estado do Paraná detém a posição de maior produtor nacional de grãos, superando em 1,3 pontos percentuais o Mato Grosso, que no ano passado ocupou essa posição, já que a safra paranaense foi muito afetada pelas condições climáticas desfavoráveis, como seca no início de 2009, geadas em junho e chuvas excessivas no período final das culturas de inverno. Destaca-se que essas duas Unidades da Federação registram, nesta estimativa, crescimento nas suas participações.

(SV - Agência IN)