Investidores migram para plataformas mais avançadas

SÃO PAULO, 29 de março de 2010 - Os investidores pessoa física estão migrando para plataformas mais avançadas. A Bolsa de Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM&FBovespa) projeta que até o final de 2014 mais de 4 milhões de investidores pessoa física estejam no sistema, frente aos atuais 520 mil.

Porém, um novo movimento começa a aparecer neste mercado que até então era considerado dominado pelos iniciantes. Sempre que alguém começa a investir sozinho no mercado de renda variável, quase em 100% dos casos, este inicia via home broker, sistema operacional disponibilizado via o site das corretoras.

Mas estas plataformas são simples e dispõe de poucos recursos, apenas o básico para a compra e venda de ações. Agora, um novo movimento começa a ser notado neste público, a profissionalização.

A TOV, segunda maior corretora independente do Brasil, no segmento varejo, lançou em fevereiro a plataforma TOV Trader, dando continuidade a sua estratégia de tornar o mercado financeiro acessível a todos. O sistema operacional é profissional e conta como análises gráficas, para acompanhar a evolução de cada ativo; alarmes, para avisar quando a ação atingiu um determinado preço, além do stop, que compra ou vende de forma automática de acordo com a programação feita pelo usuário.

O nova plataforma vem apresentando sucesso. Números comprovam que o mercado já aguardava um sistema mais profissional para operar, mas com um bom custo e benefício. "A adesão de 10% da nossa base de clientes do home broker revela que, o investidor está mais profissional e quer dispor de mais ferramentas. Acredito que o único problema era o alto custo. O nosso preço equivale a 25% do valor de nossos concorrentes, ou seja, estamos possibilitando que os investidores descubram um novo mercado", avalia André Jorge, gerente de canais eletrônicos da TOV Corretora.

(Simone e Silva Bernardino - Agência IN)