Terremoto atinge o norte do Chile

SÃO PAULO, 26 de março de 2010 - Um terremoto de 6,2 graus na escala Ritchter abalou nesta sexta-feira o norte do Chile, deixando a população alarmada. Segundo as autoridades, o tremor não deixou vítimas nem causou danos materiais, enquanto a Marinha descartou a necessidade de emitir alerta de tsunami.

Segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos, o epicentro do terremoto foi 76 km ao sul da cidade de Copiapó (800 km ao norte de Santiago).

"As características do terremoto não reúnem as condições para gerar um tsunami na costa do Chile", informou o Serviço Hidrográfico e Oceanográfico da Marinha (Shoa).

"No momento, não foi reportada nenhuma perda humana nem danos materiais por esse movimento de terra", afirmou o Escritório Nacional de Emergência (Onemi) em comunicado.

Mais cedo, as autoridades chilenas anunciaram que suspenderam o toque de recolher na cidade de Concepção, uma das mais atingidas pelo terremoto que sacudiu o Chile há um mês, apesar das Forças Armadas continuarem patrulhando as ruas.

O anúncio foi feito pelo Comando de Operações Terrestres encarregada da segurança de Concepción e as cidades que permaneceram sob esta medida.

O toque de recolher foi decretado nesta cidade de meio milhão de habitantes dois dias depois do terremoto de 27 de fevereiro, em meio a saques e atos de vandalismo de centenas de habitantes.

O terremoto de magnitude 8,8 graus e o tsunami que atingiram o Chile em 27 de fevereiro deixaram até o momento 452 mortos confirmados e quase uma centena de desaparecidos, além de US$ 30 bilhões em danos.

(Redação com agências internacionais - Agência IN)