OMC expressa poucas expectativas de conclusões da Rodada de Doha

Agência AFP

GENEBRA - O diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Pascal Lamy, expressou pouca esperança quanto a uma rápida conclusão das negociações da Rodada de Doha sobre a liberalização do comércio.

- Sim, foram realizados alguns progressos limitados desde 2008, mas é evidente que não é sficiente para empreender a reta final, isso levará tempo - declarou Lamy ao término de cinco dias de encontros entre altos representantes de 153 países membros da OMC em Genebra para analisar o estado da negociação.

A Rodada de Doha, as negociações para a liberação do comércio internacional, foi iniciada no final de 2001 e está paralisada em função das reclamações dos países emergentes, que pretendem maior acesso aos mercados agrícolas dos países ricos, enquanto que estes exigem uma abertura maior para seus produtos industriais e bens de serviços no resto do mundo.