Salários de executivos de empresas recuperadas terão cortes

SÃO PAULO, 23 de março de 2010 - Os executivos dos grupos americanos AIG (seguro), GMAC e Chrysler Financial (serviços financeiros) vão sofrer redução salarial de 15% em média em 2010, em relação a 2009, anunciou nesta terça-feira o governo americano.

Esta redução diz respeito, em média, aos 25 executivos mais bem pagos dessas empresas, informou Kenneth Feinberg, "supervisor especial" encarregado de controlar a remuneração nas empresas resgatadas pelo Estado.

Além dessas três, a autoridade de Kenneth Feinberg se estende, igualmente, a General Motors e Chrysler.

(Redação com Agências Internacionais - Agência IN)