Rede da Aquicultura das Américas será lançada hoje

Agência Brasil

BRASÍLIA - Começa nesta terça-feira, às 9h, na Academia de Tênis, em Brasília, o encontro de 20 países que vão aderir à Rede de Aquicultura das Américas. O novo órgão será presidido pelo Brasil, com o apoio da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO).

Representantes dos governos debaterão, até quinta-feira (25), os desafios para o desenvolvimento da aquicultura na América Latina e no Caribe. O estatuto, a aquicultura de pequena escala e como alternativa para a segurança alimentar do Haiti também serão abordados nesta terça.

Para amanhã, está prevista a discussão sobre o Plano de Ação e, na quinta, às 19h, a cerimônia de adesão à Rede de Aquicultura das Américas.

O ministro da Pesca e Aquicultura, Altemir Gregolin, que preside o novo órgão, vai participar do encontro.